segunda-feira, 27 de junho de 2022

Defensoria Pública da Bahia pede a PM que apure conduta de policiais envolvidos em operação na Gamboa que resultou em mortes de jovens

Foto: Reprodução/Redes sociais

Da Redação

A Defensoria Pública da Bahia (DPE/BA)  solicitou ao comandante-geral da Polícia Militar, Paulo Coutinho, a instauração de um processo disciplinar para apurar a conduta dos policiais envolvidos na ação que resultou na morte de três jovens em março deste ano na comunidade da Gamboa, em Salvador.

No ofício enviado ontem à PM, o DPE/BA afirmou que a medida disciplinar deve ser instaurada por causa da “gravíssima situação de violação dos direitos humanos ocorrida na operação”.

A Defensoria Pública ressalta que, conforme a Lei 13.201/2014, o comandante-Geral da Polícia Militar pode instaurar e decidir sindicâncias, processos disciplinares sumários e processos administrativos disciplinares.

A operação da PM aconteceu na madrugada do dia 1º de março. Na ocasião, três jovens, de 16, 20 e 22 anos, morreram após serem baleados. Os moradores da comunidade relatam que os PMs chegaram atirando no local, levaram os jovens para um imóvel abandonado e os executaram.

18 de junho de 2022, 08:23

Compartilhe: