quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Em painel no Senado, ativista Greta Thunberg critica atuação de líderes no Brasil em relação à crise ambiental

Foto: Reprodução

Da Redação

A ativista Greta Thunberg participou, de forma remota, de um painel temático no Senado para discutir mudanças climática nesta sexta-feira (10). Ela criticou a atuação de líderes no Brasil em relação ao meio ambiente, afirmando que é “completamente vergonhosa”, principalmente, com relação aos povos indígenas e a natureza.

“As coisas que os líderes do Brasil estão fazendo agora são completamente vergonhosas. Especialmente à luz da maneira como vem tratando os povos indígenas e a natureza”, disse a ativista.

Greta disse também que o Brasil não começou a crise climática e ecológica, mas que os líderes locais “estão adicionando muito combustível ao incêndio”.

“O Brasil, com certeza, não começou essa crise. Mas os seus líderes estão adicionando muito combustível ao incêndio. E só porque os líderes do norte global falharam — e, sim, eles estão falhando — não há desculpa para o Brasil não ter um papel diferente”, afirmou.

A sessão temática sobre os dados do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas da Organização das Nações Unidas (ONU) foi convocada pelo senador Jaques Wagner (PT).

Greta Thunberg, de 18 anos, ganhou fama e inspirou movimentos estudantis na luta contra o aquecimento global e em defesa da natureza. Em 2019, ela foi eleita personalidade do ano pela revista Time.

10 de setembro de 2021, 22:31

Compartilhe: