quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Joice descarta violência doméstica após 5 fraturas no rosto e diz não ter perfil para “mulher de malandro”

Foto: Joice Hasselmann

Da Redação

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) negou nesta sexta-feira (23) que as fraturas no rosto e na coluna e os hematomas no corpo sejam resultado de violência doméstica e afirmou não ter o “menor perfil para mulher de malandro”.

Joice se pronunciou após rumores de que o relato que fez sobre um incidente registrado na madrugada do último domingo (18) tivesse como objetivo ocultar supostas agressões cometidas por seu marido, o neurocirurgião Daniel França.

A deputada diz não saber exatamente como ocorreram os ferimentos e não descarta ter sido vítima de um atentado. Nesta sexta, Joice disse que os rumores sobre violência doméstica buscam “desviar o foco do problema principal, que é essa possibilidade de atentado”.

“Enquanto pode ter um bandido profissional mandado para me executar, esses papagaios imbecis de internet querem manchar a honra de um homem que se dedica a salvar vidas e que salvou a minha”, criticou. “Nojo dessa gente.”

Ela afirmou ainda que as declarações mostram “esse machismo podre, porque esse tipo de ilação é de uma sujeira, de uma podridão”.

“Isso partindo não só de homens, mas de algumas mulheres também ideologicamente com o cérebro comprometido, sem conseguir enxergar um palmo na frente do nariz, vendo uma situação grave como essa e fazendo ilação sobre uma pessoa absolutamente séria, responsável, que dedica a sua vida a salvar vidas. É uma das coisas mais asquerosas, mais nojentas”, disse.

“Pode ter certeza de que maior do que qualquer agressão, dor maior do que essas cinco fraturas que eu tenho no rosto ou essa fratura que eu estou na coluna, ou os hematomas que eu estou pelo corpo é ouvir uma insanidade dessas”, continuou Joice, que qualificou o marido de gentil, cordial e doce.

“E vamos combinar que eu não tenho o menor perfil para mulher de malandro”, disse. “Eu me separei no meu casamento anterior por conta de voz alta. Eu não aceito que falem alto comigo. Meu marido seria incapaz de levantar o tom para falar comigo”.

23 de julho de 2021, 19:13

Compartilhe: