quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Péri lança álbum minimalista ‘O bem do mar’ com canções praieiras de Dorival Caymmi

Foto: João Quesado/Divulgação

Redação

O nono álbum do compositor baiano Periandro Cordeiro, inicialmente, seria autoral. No entanto, durante o processo de gravação em estúdio, mudou os rumos na direção de algumas das pérolas praieiras do mestre Dorival Caymmi e o resultado é o álbum O bem do mar, inteiramente dedicado às composições de Caymmi.

Ex-morador de Itapuã – bairro da orla de Salvador (BA) e cenário de clássicos de Dorival -, Péri selecionou 15 das canções praieiras de Caymmi e as registrou no formato minimalista de voz e guitarra semiacústica.

“Comecei a cantar com uma guitarra semiacústica que eu tinha no estúdio e tudo tomou força, rapidamente. Quando me dei conta do quanto Caymmi já estava dentro de mim, pronto pra sair, eu disse sim para dar vazão a todo o entendimento da obra dele na voz e guitarra, uma releitura do meu gosto pessoal de ouvi-lo cantar voz e violão”, justifica Péri, relatando o processo de formação do álbum lançado na quarta-feira (9).

Integram o álbum: O bem do mar (1954), A jangada voltou só (1941), É doce morrer no mar (1941), Morena do mar (1972), O vento (1949), Noite de temporal (1940), A lenda do Abaeté (1948), Promessa de pescador (1939), História de pescador (1957), Milagre (1977), Pescaria (Canoeiro) (1944), Quem vem pra beira do mar (1954), O mar (1940), Sargaço mar (1985) e Sodade matadeira (1948).

João Quesado/Divulgação
João Quesado/Divulgação
João Quesado/Divulgação

13 de outubro de 2019, 18:33

Compartilhe: