sexta-feira, 12 de agosto de 2022

Polícia prende suspeita de participar de assalto que matou estudante no Campo Grande

Foto: Reprodução / TV Bahia

Da Redação

A polícia encontrou e prendeu, na tarde desta terça-feira (2), uma das suspeitas de participar do assalto que matou a adolescente Cristal Rodrigues Pacheco.

Uma das duas mulheres que participaram do crime foi levada para a 1ª delegacia, nos Barris, para prestar depoimento e, em seguida, levada para a sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba. Ela chegou com um ferimento no braço que, segundo informações iniciais, foi provocado pela comparsa que atirou na adolescente.

De acordo com informações do Correio Online*, a mulher foi localizada por investigadores do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) em um beco, dentro de uma construção abandonada em uma invasão, em Alto de Coutos, no Subúrbio Ferroviário. A outra envolvida segue sendo procurada por equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, do Depom, do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP).

Cristal foi morta na companhia da mãe, Sandra, e da irmã, Fernanda, de apenas 12 anos, quando caminhava em direção ao Colégio das Mercês, no bairro do Campo Grande. A família passava em frente ao Palácio da Aclamação, que fica próximo à sede do Comando Geral da Polícia Militar, quando foi abordada por duas mulheres, que anunciaram o assalto.

Na ação, Cristal levou um tiro de pistola no peito e morreu na hora. As criminosas fugiram em seguida e foram flagradas por câmeras de segurança.

Leia também:

Corpo de estudante morta no Campo Grande é enterrado

02 de agosto de 2022, 19:16

Compartilhe: