terça-feira, 21 de setembro de 2021

Policial que matou George Floyd é sentenciado a 22 anos e meio de prisão

Foto: Derek Chauvin

Da Redação

Um ano e um mês após a morte de George Floyd, em investida policial gravada por câmeras de celulares que serviu de estopim para uma das maiores ondas de protesto contra o racismo estrutural nos EUA, o policial Derek Chauvin, considerado culpado em três acusações relacionadas ao caso, foi sentenciado a 22 anos e meio de prisão por um tribunal de Minneapolis.

O juiz Peter Cahill declarou que sua decisão – considerada “insuficiente” por alguns analistas que defendiam a pena máxima – foi tomada com base em fatos. “Não baseio minha sentença na opinião pública ou tento através dela mandar uma mensagem. O trabalho de um juiz é aplicar as leis com base nos fatos e lidar com casos individuais”, afirmou o magistrado, antes de anunciar a pena do ex-policial.

25 de junho de 2021, 21:29

Compartilhe: