quinta-feira, 11 de agosto de 2022

Prefeitura de Salvador divulga protocolo para combate à ‘varíola dos macacos’

Foto: Reprodução

Da Redação

A Prefeitura de Salvador divulgou um protocolo específico para lidar com varíola dos macacos, doença que já teve nove casos registrados na capital. Outros 43 pacientes estão com suspeita de infecção. Os detalhes foram apresentados pelo secretário municipal de Saúde, Décio Martins, nesta quarta-feira (3).

O secretário explicou que o objetivo do protocolo é servir como ferramenta de informação para a população. Segundo ele, a prefeitura vai disponibilizar 28 unidades básicas de referência para atendimento e coleta laboratorial e 16 unidades de urgência e emergência para receber os pacientes com suspeita da doença.

A ‘varíola dos macacos’ inclui sintomas como febre, dor de cabeça, dores musculares, linfonodos (nódulos no pescoço, axila e virilha), calafrios e exaustão, mas o principal indicativo é o aparecimento de erupções (bolhas) na pele, principalmente na boca e na genitália. Quem apresentar os sintomas deve procurar uma das unidades de saúde.

Em caso de suspeita da doença, o paciente deve ser isolado, inclusive do contato com a família, até que o resultado do exame fique pronto. A recomendação é procurar ajuda médica assim que notar o aparecimento das bolhas. Elas não devem ser estouradas e precisam ser higienizadas com água e sabão. O teste é feito através do recolhimento da secreção que sai dessas bolhas.

Os sintomas persistem de duas a quatro semanas, e o isolamento pode durar até 21 dias. As 44 unidades vão entrar em operação a partir de segunda-feira (8).

03 de agosto de 2022, 13:08

Compartilhe: