segunda-feira, 23 de maio de 2022

Primeira youtuber com Síndrome de Down do Brasil, Cacai Bauer participará do reality show Expedição 21

Foto: Divulgação

Davi Lemos

A influenciadora e atriz baiana Cacai Bauer é uma das 21 participantes da segunda edição do “Expedição 21”, reality show que será realizado entre os dias 25 e 28 de maio, no Rio de Janeiro. Todos os participantes são adultos com Síndrome de Down que terão uma vivência de quatro dias em uma casa sozinhos, longe dos pais e num ambiente em que participarão de provas e dinâmicas que desafiarão suas condições físicas, sensoriais, intelectuais e emocinais. A primeira edição, realizada em 2018, virou documentário disponível na Amazon.

Participantes do reality (Foto: Divulgação)

“Estou no maior reality de pessoas com Síndrome de Down do planeta. Estou muito feliz por ter entrado e super preparada para o que der e vier. Acho que a Cacai que vai sair dessa expedição será outra”, escreveu a influenciadora digital baiana, no Instagram – Cacai Bauer, segundo reportagem feita em setembro de 2016 pela BBC Brasil, é a primeira youtuber com Síndrome de Down do país. Também participarão do reality outros dois baianos: a atleta Laís de Oliveira, de Camaçari, e o também influenciador digital Sílvio da Silva, de Feira de Santana.

Expedição 21

A proposta do Expedição 21 é ser um experimento que proporcione experiência inovadora aos participantes, fora do ambiente familiar e da rotina dos jovens, na qual é simulada uma sociedade inclusiva, que aposta, autoriza e foca nas potencialidades dos participantes. As aulas dessa edição serão conduzidas pelo educador social Alex Duarte, que trabalha desde os desafios e responsabilidades da iniciação à vida adulta até e tomada de decisões.

“Na contramão dos discursos que insistem em procurar explicações biológicas, catalogar sintomas e comportamento padrão, a Expedição 21 nos proporciona pensar que os limites estão nas situações culturais que nos envolvem e que muitas vezes atribuem a característica da deficiência o caráter da impossibilidade”, diz Alex Duarte, criador da Expedição 21.

Este ano, estão confirmados o neurocientista Fernando Gomes (que vai trabalhar funções executivas), a especialista em comportamento humano Tânia Zambon (autoestima e reconhecimento) e a fundadora da Educação Especial, Lidieri Barros (comunicação alternativa e sistema monetário). Também haverá uma oficina sobre sexualidade com a terapeuta Nancy Pereira e participação especial da atriz Carla Diaz.

Mais de 500 adultos com síndrome de Down se inscreveram em 2018 para concorrer as 21 vagas. Através da gravação de um vídeo, cada inscrito precisou defender e argumentar o porquê merecia ser escolhido. A primeira edição realizada em 2018 teve resultados surpreendentes como a conquista da moradia independente pelo escritor Vinicius Streda.

O experimento será transformado em objeto de pesquisa científica, liderado pelo cientista Fernando Gomes e sua equipe juntamente com a neurocientista Marilene Silva. O objetivo é comprovar como um ambiente positivo é capaz de melhorar a estima de pessoas com deficiência intelectual e potencializar sua autonomia.

O experimento também vai ser transformado em um DOC série, dirigido por Teresa Lampreia e Bia Oliveira. O roteiro é de Lalo Homirch. A primeira edição virou um documentário, premiado em Hollywood e hoje disponível na Amazon.

12 de maio de 2022, 19:05

Compartilhe: