quinta-feira, 25 de julho de 2024

Rapidinhas: Os vaqueiros de Curaçá, os enciumados de Elmar, o deputado hipnotizado e o petista rebelde

Foto: Divulgação

Alberico Gomez e equipe

Vaqueiros antagônicos

O governador Jerônimo Rodrigues (PT) e o prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), se encontraram casualmente no final de semana na tradicional Festa dos Vaqueiros de Curaçá, no norte da Bahia. Os dois dormiram de sábado (06) para domingo no município, assim como diversos outros políticos da região de Juazeiro, distante a 90 quilômetros. Apesar disso, não há relatos de que tenham sequer trocado cumprimentos.

Origens e descanso

Nascido em Petrolina (PE), Bruno Reis costuma participar da Festa do Vaqueiro de Curaçá. Ele afirmou que é uma forma de renovar “as energias onde tudo começou”, sobretudo antes do início da disputa eleitoral. Por sua vez, Jerônimo, que é filho de vaqueiro, afirmou que participou do evento para “rever as origens”. “Eu sei de onde vim e tenho orgulho das minhas raízes”, pontuou. O governador, no entanto, não participou da missa do domingo por conta do sepultamento de um tio em Salvador.

Fora da festa

Teve político que ficou enciumado por não ter sido convidado para a festa de aniversário organizada pelo líder do União Brasil na Câmara Federal, deputado Elmar Nascimento (União), na noite de sábado (06), na área externa do Trapiche da Avenida Contorno. Estavam lá apenas os deputados e lideranças mais próximas do todo poderoso, que completou 54 anos. No dia anterior, na sexta (05), ele recebeu os parabéns de Bruno Reis e de ACM Neto (União) em um outro requintado restaurante da cidade.

Fã de dança

No palco durante um show no município de Canavieiras, o deputado federal Neto Carletto (Avante) demonstrou que é um admirador da dança como expressão artística. Isso ficou demonstrado após a publicação de um vídeo gravado pelo próprio parlamentar e divulgado nas redes sociais em que dedica a maior parte do tempo exibindo para a audiência o talento de uma das dançarinas que estavam no palco. Haja coração!

Trindade, a inspiração

Presidente da Conder, José Trindade (PSB) adotou, nas redes sociais, a modinha da animação Divertida Mente 2, em cartaz nos cinemas. Em publicação, ele se classificou como uma a Inspiração. Em reservado, alguns vereadores e pré-candidatos da base de Jerônimo em Salvador comentaram à coluna que Trindade deveria ser o Trabalho, colocando a máquina do órgão que comanda para funcionar na capital visando tornar a pré-candidatura do vice-governador Geraldo Júnior (MDB) mais competitiva.

Confiança em alta

A presidente do Cidadania na Bahia, Isabela Sousa, está confiante de que pode vencer a eleição de outubro para a Câmara Municipal de Salvador. Lideranças do PSDB, partido que forma uma federação com a legenda da dirigente, também acreditam que ela pode ficar com uma das cinco ou seis vagas que o grupo deve conquistar no pleito deste ano. Inclusive, Isabela herdou algumas lideranças do vereador tucano Téo Senna, que vai disputar a reeleição, uma vez que o marido dela chegou a trabalhar no gabinete do concorrente recentemente.

Virada de jogo

Com a moral em alta após virar o jogo no quesito popularidade, o prefeito de Santo Antônio de Jesus, Genival Deolino (PSDB), postulante à reeleição, tenta agora administrar a disputa entre os aliados para a definição da vice. O União Brasil indicou Cristina da Farmácia, tida como favorita na briga. O PDT sugeriu o nome da empresária Conceição Gonzales. E o Republicanos, o Pastor Reinaldo. Depois de virar o jogo no município e se fortalecer, liderando as pesquisas após uma série de entregas e uma reformulação de imagem, até antigos aliados que haviam se afastando tentam retornar para o seio da gestão municipal.

Muniz, o rebelde

O Agir, partido controlado pelo deputado estadual petista Júnior Muniz na Bahia, não vai concorrer contra o PT apenas em Salvador, no apoio a Bruno Reis. O mesmo cenário irá se repetir em outras grandes cidades, a exemplo de Itabuna, onde ficará com o deputado estadual Pancadinha (Solidariedade), e em Lauro de Freitas, com a vereadora Débora Régis (União). Nas duas cidades, o PT tem candidatos próprios. E olhe que Muniz é homem de confiança do ex-secretário estadual de Relações Institucionais, Luiz Caetano, que concorre, este sim com o apoio do Agir, a prefeito de Camaçari.

Controle absoluto

Ex-presidente da Cerb, Alex Futuca deixou nesta segunda (08) a presidência do MDB na Bahia para se dedicar exclusivamente à campanha eleitoral. Ele foi substituído pelo advogado Jayme Vieira Lima Filho, que era vice-presidente. Com isso, os irmãos Vieira Lima, de quem Jayme é primo de primeiro grau, reforçam ainda mais o controle do ninho emedebista às vésperas do início oficial da campanha. Vale lembrar que Lúcio Vieira Lima já comanda o MDB de Salvador.

08 de julho de 2024, 17:43

Compartilhe: