quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Bares e Restaurantes pedem indenização a governo e prefeitura de Salvador por restrições

Foto: Secom/PMS

Da Redação

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) acaba de ingressar com ações civis públicas na Justiça contra 26 estados do país e 275 municípios pedindo indenizações pelas perdas sofridas com as medidas restritivas de funcionamento. Entre os alvos estão o governo da Bahia e a prefeitura de Salvador, como confirmou ao Toda Bahia a seccional da entidade no estado.

A associação aponta que uma das consequências das decisões dos governos é o aumento do desemprego e fechamento de negócios. A Abrasael estima, por exemplo, que 40% dos restaurantes especializados em comida a quilo fecharam no país por conta da crise sanitária – o Brasil tinha 200 mil estabelecimentos desse tipo e hoje possui 120 mil.

Paulo Solmucci, presidente da entidade, disse à Folha de S. Paulo que não está apontando uma ou outra medida específica adotada pelas autoridades estaduais e municipais. “O Estado impôs uma regra, o fechamento, e essa imposição trouxe perdas. Então, ele é responsável”, afirmou, se referindo a todas as autoridades locais.

Outro lado

Tanto governo do estado quanto prefeitura afirmam que medidas como o toque de recolher e restrição em horários de funcionamento de estabelecimentos têm como objetivo salvar vidas e conter o vírus. Além disso, as autoridades argumentam que são decisões fundamentadas tecnicamente e ouvindo a ciência.

Especialistas e pesquisadores defendem que somente com a vacinação em massa e as medidas restritivas a sociedade vai conseguir vencer o novo coronavírus.

11 de junho de 2021, 12:31

Compartilhe: