quinta-feira, 28 de outubro de 2021

“Blitz do IPVA não pode ser utilizada como mecanismo arrecadatório”, diz Geilson

Foto: Jefferson Peixoto/Secom

Da Redação

O deputado estadual Carlos Geilson (PSDB) voltou a criticar a utilização de blitz com a finalidade de arrecadar tributos referente ao licenciamento de veículos automotores na Bahia.

Geilson também destacou a prorrogação de um inquérito civil instaurado pelo Ministério Público (MP), que apura as supostas irregularidades na permanência dessas blitze do IPVA na Bahia.

O MP estadual, através da promotoria de Justiça de Proteção da Moralidade Administrativa e do Patrimônio Público, apura denúncia de irregularidade na utilização das blitze para cobrança do imposto estadual. O inquérito é presidido pela promotora de Justiça, Andréa Scaff de Paula Mota.

“As blitze do IPVA na Bahia têm por consequência apenas arrecadar. Não há uma preocupação realmente de fiscalizar, de combater a criminalidade ou qualquer outro tipo de fiscalização”, reclamou o deputado Carlos Geilson.

13 de julho de 2021, 22:38

Compartilhe: