terça-feira, 7 de dezembro de 2021

Bruno Reis anuncia programa de dignidade menstrual para alunas da rede municipal

Foto: Betto Jr./Secom

Da Redação

Salvador é uma das primeiras cidades do país a contar com um programa de cuidados com a saúde e a dignidade menstrual da mulher, que terá como foco as alunas da rede municipal de ensino. Realizado pela Prefeitura, o programa Ciclo de Cuidados – Programa de Dignidade Feminina, foi lançado nesta segunda-feira (22) pelo prefeito Bruno Reis, em cerimônia ocorrida na Escola Municipal Teodoro Sampaio, em Santa Cruz.

Cerimônia ocorreu na Escola Municipal Teodoro Sampaio, em Santa Cruz. (Foto: Betto Jr./Secom)

Também estiveram presentes na ocasião a vice-prefeita e secretária de Governo (Segov), Ana Paula Matos, idealizadora do programa, e os secretários Marcelo Oliveira (Educação) e Fernanda Lordêlo (Políticas para Mulheres, Infância e Juventude), dentre outras autoridades e comunidade escolar. O Ciclo de Cuidados prevê diversas ações, com destaque para a distribuição de absorventes higiênicos às estudantes. Para tanto, o município adquiriu 500 mil unidades do produto, que serão distribuídas mensalmente para 28 mil adolescentes e mulheres com idades entre 11 e 60 anos.

De acordo com o prefeito, serão investidos anualmente cerca de R$700 mil na compra de absorventes. “A Prefeitura acredita na educação e na transformação que ela pode fazer. Também sabemos que muitas dessas meninas chegam a abandonar a escola por falta do absorvente. Hoje, em Salvador, temos cerca de 20 mil famílias que perderam a condição de pagar escolas e creches, por conta da pandemia, e que estarão em nossa rede municipal no próximo ano, e estaremos preparados para esta demanda”, afirmou Bruno Reis.

Idealizadora do projeto, a vice-prefeita destaca a importância da ação para a dignidade de adolescentes e mulheres na capital baiana. “Este é um evento de extrema importância, pois trata da dignidade menstrual, principalmente na escola, onde a evasão por falta de recursos para compra de absorventes é uma realidade mundial em países em desenvolvimento, inclusive dificultando a vida reprodutiva, devido ao uso indevido de materiais inadequados, como papel jornal, dentre outros. Esta é uma ação pioneira, um primeiro passo e Salvador mais uma vez saindo na frente no fortalecimento das políticas sociais do município”, declarou.

Impacto

Estudos desenvolvidos por universidades e órgãos internacionais, como a Unicef, mostram que a pobreza menstrual é um dos fatores que podem levar ao absenteísmo ou à evasão escolar. A falta do absorvente higiênico inviabiliza a ida à unidade de ensino.

Com isso, através do programa, as beneficiadas vão receber 16 absorventes todo mês, ajudando na continuidade da frequência às aulas e trazendo dignidade a estas meninas e mulheres, principalmente neste período de crise econômica agravada pela pandemia de Covid-19.

O programa Ciclo de Cuidados vai trabalhar, ainda, a educação acerca da menstruação, higiene e saúde feminina. Serão distribuídos materiais impressos com orientações sobre o assunto e também haverá a realização de palestras, oficinas e atividades de conscientização sobre a saúde feminina.

Para o secretário de Educação, a iniciativa confere dignidade a jovens e mulheres da rede municipal. “É uma vitória para todas, em especial estas pessoas que, por carências de toda ordem, não têm condições de arcar com a compra mensal de absorventes. Agora, a escola proverá este produto de higiene, para que elas não faltem às aulas no período menstrual”, garantiu Marcelo Oliveira.

22 de novembro de 2021, 12:01

Compartilhe: