segunda-feira, 23 de maio de 2022

Em discurso, ACM Neto apresenta Salvador como ‘cartão de visita’ e critica gestão da segurança pública e educação no estado

Foto: Reprodução

Da Redação

O pré-candidato ao governo da Bahia, ACM Neto (DEM/União Brasil), revisou sua trajetória política durante discurso na manhã de hoje, durante discurso no Centro de Convenções.

O ex-prefeito de Salvador apresentou a capital baiana como seu ‘cartão de visita’. Ele reforçou ações, projetos e obras realizadas ao longo de oito anos de gestão.

Neto atacou os prontos mais frágeis dos governos petistas, e fez críticas à educação e segurança pública no estado, citando a colocação da Bahia nas últimas posições em relação ao Ideb e alta criminalidade registrada em diversos municípios.

O pré-candidato aproveitou também para provocar projetos da gestão petista que nunca saíram do papel, como a ponte Salvador-Itaparica e a duplicação da BR-101.

Neto citou ainda a perda da Ford para o estado, que deixou sem emprego cerca de 12 mil trabalhadores.

ACM Neto também criticou a pouca eficácia das ações petistas na área social.  “Os governos de esquerda gostam de se gabar ou, como falamos aqui na Bahia, gostar de ‘tirar onda’ de que só eles são capazes de tocar adiante ações sociais eficazes para nossa população. Mas gostaria que me explicassem que, como depois de 15 anos no poder, a Bahia tem os piores índices de desenvolvimento do país?”, questionou.

Na visão de Neto, “eles não conseguiram dar respostas sustentáveis para o drama da pobreza. Infelizmente, a Bahia continua sendo um estado pobre e desigual. A riqueza produzida é para poucos”.

02 de dezembro de 2021, 12:22

Compartilhe: