domingo, 24 de outubro de 2021

Fachin cobra de Aras processo parado há mais de cinco meses

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Da Redação

O ministro do STF, Edson Fachin, cobrou do procurador-geral da República, Augusto Aras, um processo que está nas mãos dele há mais de cinco meses.

Segundo a colunista do UOL, Carolina Brígido, na última quinta-feira, Fachin escreveu que o tribunal disponibilizou vista do processo à PGR em 29 de abril. “Desde então, os autos não retornaram conclusos ao gabinete para deliberação”.

Fachin alega que precisa ser respeitado o “valor constitucional da duração razoável do processo”. Também lembrou que as causas criminais detêm prioridade de julgamento, conforme Regimento Interno do STF.

Por isso, pediu que Aras seja oficiado imediatamente para entrega de um parecer sobre o processo, que trata da delação premiada celebrada entre a PGR e Rodrigo Ferreira Lopes da Silva.

De acordo com a colunista, o caso chegou ao STF em 2016. O colaborador em questão teria se envolvido na prática de crimes relacionados à licitação, contratação de e execução de obras para construção das ferrovias Norte-Sul, Integração Leste, na qualidade de representante da empresa Andrade Gutierrez.

11 de outubro de 2021, 11:37

Compartilhe: