quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Filiados ao DEM, Onyx e Tereza Cristina não devem integrar União Brasil

Foto: Marcello Casal Jr. e Marcelo Camargo/Agência Brasil

Da Redação

A ministra Tereza Cristina (Agricultura) e o ministro Onyx Lorenzoni (Trabalho), que hoje são filiados ao DEM, devem migrar para outra sigla, após a fusão do partido com o PSL.

Segundo informações do jornal O Globo, a possibilidade de migração se deve à conjuntura política em seus estados nas eleições de 2022.

Dirigentes do DEM e do PSL confirmaram a informação. Por outro lado, eles dão como certa a filiação do ministro da Justiça, Anderson Torres, ao novo partido, o União Brasil.

Ex-secretário de Segurança Pública do governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha (MDB), Torres tem dito que pretende se candidatar ao Senado.

Ainda de acordo com O Globo, Tereza Cristina tem apoio do União Brasil para continuar na legenda. No entanto, o cenário político do Mato Grosso do Sul pode resultar em sua saída.

Já o ministro do Trabalho, Onyx Lorenzoni, tem incomodado integrantes do União Brasil com a insistência em pedir que o partido apoie o presidente Jair Bolsonaro.

Lorenzoni apresentou dois requerimentos solicitando esse apoio. O primeiro, ao DEM, foi indeferido. O segundo foi após a convenção de fusão das duas siglas e também foi rejeitado.

Além disso, o ministro tentou alterar um artigo do estatuto do novo partido que prevê que mudanças na legenda sejam aprovadas por 60% da executiva, e, mais uma  vez, foi voto vencido.

13 de outubro de 2021, 10:55

Compartilhe: