quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Morre Rex Schindler, um dos precursores do cinema baiano

Foto: Reprodução/Acervo pessoal

Da Redação

Morreu na madrugada desta segunda-feira (20), aos 99 anos, o produtor de cinema Rex Schindler, que teve papel fundamental para a sétima arte na Bahia.

Segundo informações divulgadas pela família, Rex morreu de falência múltipla dos órgãos. O corpo será enterrado às 15h, no Jardim da Saudade, em Brotas.

Rex Schindler foi responsável pela produção do primeiro longa-metragem dirigido por Glauber Rocha, “Barravento” (1962).

Ele também produziu filmes do diretor Roberto Pires, como “A Grande Feira” (1961) (no qual também assina o roteiro) e “Tocaia no Asfalto” (1962), além de ter colaborado em “Redenção” (1958), o primeiro longa-metragem produzido na Bahia.

Rex Schindler era filho de pai alemão e de mãe baiana, Erudina Alves dos Santos. Era formado em medicina, em 1936, mas sua atuação principal foi desempenhada no cinema.

Além de produtor e roteirista, foi também  argumentista e diretor. Teve também participação ativa no Cinema Novo, cujo grande expoente foi o baiano Glauber Rocha.

 

20 de setembro de 2021, 09:33

Compartilhe: