quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Na primeira quinzena de julho, Rondesp Leste apreendeu média de uma arma de fogo por dia

Foto: Divulgação/SSP

Da Redação

Em quinze dias, equipes das Rondas Especiais (Rondesp) Leste, retiraram de circulação 16 armas de fogo durante ações de repressão e combate a Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) — homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte -, contra Instituições Financeiras e de combate ao tráfico de drogas. Apreensões aconteceram entre os dias 1° e 15 de julho.

Treze das apreensões aconteceram durante patrulhamentos da unidade, em apoio às 64ª, 65ª e 66ª Companhias Independentes da Polícia Militar (CIPMs/Feira de Santana), na segunda maior cidade da Bahia. Outras três apreensões de armas de fogo – dentre elas, uma espingarda – aconteceram na cidade de Santo Amaro, no Recôncavo Baiano, durante trabalho conjunto com a 20ª CIPM.

Conforme contou o comandante da unidade, major Fernando Cardoso, o empenho nas operações coordenadas pelo Comando de Policiamento Regional (CPR) Leste, a exemplos da Arrebol – com foco no cumprimento de mandados de prisão contra homicidas e traficantes -, a Ronda Noturna – com atuação na prevenção dos roubos a bancos – e a Horan, foi fundamental para esse resultado.

“Conseguimos não só apreender revólveres, pistolas e munições de diferentes calibres, submetralhadoras portáteis, mas também grande quantidade de drogas, dinheiro e material usado na venda de entorpecentes. O nosso foco e apoio às unidades seguem diariamente, de forma incessante”, explicou Cardoso.

O oficial ainda lembrou que as ações e operações seguem as diretrizes do CPR Leste, em todos os 99 municípios atendidos pela unidade regional da Polícia Militar.

18 de julho de 2021, 14:23

Compartilhe: