segunda-feira, 18 de outubro de 2021

PF: petroleiros cobram investigação sobre possível cartel na Petrobras

Foto: Agência Petrobras/Geraldo Falcão

Da Redação

A manutenção da atual a política de preço de paridade de importação (PPI) na Petrobras pode estar sustentada por um cartel formado pela diretoria da empresa e importadores de combustíveis. A suspeita é levantada pela Federação Única dos Petroleiros (FUP).

Os petroleiros alegam que ao reduzir a capacidade de refino do país e adotar a PPI, a empresa abriu amplo espaço para o mercado de importação de petróleo e derivados.

Mário Alberto Dal Zot, diretor jurídico da FUP e presidente da Associação de Petroleiros Acionistas Minoritários da Petrobrás, denunciou o possível esquema durante audiência pública da Comissão de Desenvolvimento Econômico da Câmara dos Deputados realizada nesta quarta-feira (13). A sessão, convocada pelo deputado Helder Salomão (PT/ES) – presidente da comissão -, tratou sobre política de preços de derivados de petróleo.

14 de outubro de 2021, 00:16

Compartilhe: