terça-feira, 7 de dezembro de 2021

Bolsonaro é contra realização do Carnaval

Foto: Reprodução

Da Redação

Durante entrevista na manhã de hoje na rádio Sociedade,  o presidente Jair Bolsonaro também comentou sobre a realização do Carnaval. Ele diz ser contrário à festa, em razão dos riscos de um novo surto de Covid-19, apesar de o presidente ter minimizado a doença durante toda a pandemia.

Mais uma vez o presidente tentou justificar que não pode fazer nada já que foi decidido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) o direito de estados e municípios decretarem medidas para evitar a disseminação da doença.

Segundo Bolsonaro, o Carnaval já não deveria ter sido permitido em 2020, e diz que a atitude dos governadores e prefeitos geraram “consequências” que resultaram na morte de mais de 600 mil brasileiros.

“Por mim não teria Carnaval. Mas tem um detalhe: quem decide não sou eu, segundo o STF, quem decide são os governadores e prefeitos […] ano passado, ainda estava engatinhando questão da pandemia, não tinha óbito no Brasil, eu decretei emergência, e governadores e prefeitos ignoraram. As consequências vieram e hoje temos mais de 600 mil óbitos”, disse o presidente.

“Alguns tentaram imputar a mim essa responsabilidade, mas não tenho culpa disso, não estou me esquivando ou apontando outras pessoas, é uma realidade”, acrescentou.

25 de novembro de 2021, 11:49

Compartilhe: