terça-feira, 28 de junho de 2022

Rapidinhas: Aliados de Neto temem corpo mole de cotados a vice, o cálculo de Rui e o espirro mortal

Foto: Divulgação/Alba e Ascom/DEM

Davi Lemos

Corpo mole

O deputado federal Marcelo Nilo (Republicanos) e o ex-prefeito de Feira de Santana José Ronaldo de Carvalho (União) têm dados sinais de que não serão candidatos a nada se não forem escolhidos para a chapa de ACM Neto (União). Os dois brigam pela vice, entre vários outros concorrentes. José Ronaldo já disse em entrevistas que não pretende disputar outro cargo eletivo em 2022. O mesmo sinalizou Nilo em conversa com esta coluna. “Não tenho plano B. Estou trabalhando para ser vice, mas vou respeitar qualquer decisão de Neto”, avisou. Políticos mais próximos ao pré-candidato a governador temem, entretanto, que possa haver corpo mole do deputado e/ou do ex-prefeito de Feira caso um dos dois (ou os dois) seja preterido da majoritária. É esperar para ver.

Evangélico

O Republicanos, partido de Marcelo Nilo, tem pressionado ACM Neto para que o vice seja evangélico e orgânico dentro do partido, ou seja, ligado à Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), que controla a sigla. A cúpula partidária já fechou questão em torno do deputado federal Márcio Marinho, presidente estadual da legenda e bispo da Iurd. O que ainda mantém o nome de Marcelo Nilo vivo no Republicanos é a simpatia pessoal de Neto e o aval de aliados do ex-prefeito que podem se beneficiar herdando o espólio eleitoral do ex-presidente da Assembleia Legislativa – os votos de Marinho seriam divididos apenas entre os mesmos evangélicos.

Vice do sertão

Enquanto isso, o PDT trabalha com a hipótese de emplacar na vice de ACM Neto um nome do sertão: o empresário Ângelo Dourado, de Irecê, que é pedetista. O nome foi lançado pelo presidente estadual do partido, o deputado federal Félix Mendonça Júnior. Dourado, que é de uma família política tradicional, a exemplo do próprio Neto, conta com a simpatia de vários prefeitos da região, a exemplo de Reinaldo Braga Filho (Xique-Xique), Juliana Araújo (Morro do Chapéu) e Tacinho Mendes (Jussara).

As contas de Rui

Em uma conversa com deputados da base na Governadoria, o ex-prefeito de Santo Amaro Ricardo Machado confidenciou que o governador Rui Costa (PT) calcula eleger para seu sucessor uma bancada com pelo menos 20 parlamentares na Assembleia Legislativa – isso contando somente com os partidos que integram a federação de PT, PCdoB e PV. Outras contas menos otimistas estimam que a federação eleja 18 estaduais. Ao contrapor os dois cálculos, Machado comentou: “Rui é bom de conta”. O ex-prefeito de Santo Amaro, estimam aliados, deve alcançar 15 mil votos em outubro.

Jerônimo Rodrigues (de chapéu) Foto: Reprodução/ Instagram

Todos a Itapetinga 1

A 50ª Exposição Agropecuária de Itapetinga conseguiu proporcionar neste final de semana um fato que poderá se confirmar raro na disputa entre os três principais pré-candidatos ao Palácio de Ondina. ACM Neto (UB), João Roma (PL) e Jerônimo Rodrigues (PT) estiveram na cidade para prestigiar o evento agropecuário. O prefeito da cidade, Rodrigo Hagge, confirmou o apoio a Neto, mesmo com o MDB integrando a vaga de Jerônimo com Geraldo Jr como vice.

Todos a Itapetinga 2

Neto e Roma fizeram carreatas pela cidade que reuniram bom número de seguidores. A cidade, cujo prefeito apoia ACM Neto, é também um dos focos do bolsonarismo na Bahia. Foi por esse motivo que aliados de Jerônimo Rodrigues sugeriram ao pré-candidato que ele não fosse à cidade; mas ele, obstinado, foi. Neto foi no sábado (21), Roma por volta do meio dia do domingo e Jerônimo à tarde, no mesmo dia que o bolsonarista, após cumprir agenda do PGP em Santa Maria da Vitória.

Ausência de Leo

O deputado estadual Leo Prates, pré-candidato a federal em 2022, não tem acompanhado ACM Neto nas agendas do pré-candidato a governador pelo interior do estado. A ausência do ex-secretário de Saúde da capital tem chamado atenção de aliados e adversários do ex-prefeito de Salvador. Na semana passada, Leo esteve em Itapetinga, por exemplo, antes de Neto, e não se encontrou com o ex-chefe, a quem classifica como amigo.

Já em Brumado…

O governador Rui Costa cancelou a ida a Brumado nesta segunda-feira (23) – o petista não apresentou motivo e só disse que nova data seria marcada. Netistas aproveitaram para fazer pirraça e disseram que o motivo não revelado da desistência foi a ida à cidade do pré-candidato ao governo do União Brasil, ACM Neto, na quinta-feira (19). Será que Brumado não acolhe tão bem a todos quanto Itapetinga?

Roma ‘juscelinou’

Na sabatina realizada na manhã desta segunda-feira (23) pelo UOL/Folha de São Paulo, o deputado federal João Roma (PL) disse que, se eleito governador da Bahia, proporcionará “40 anos em 4”. O pré-candidato bolsonarista ao Palácio de Ondina fez referência ao slogan do ex-presidente Juscelino Kubitschek (1902 – 1976), que governou o Brasil entre 1956 e 1961. O fundador de Brasília prometera realizar, em sua gestão, “50 anos em 5”.

Espirro fatal

O deputado estadual Paulo Rangel (PT) descobriu que testou positivo para a Covid-19 na sexta-feira (20) à noite e disse a correligionários que não ficaria em Barreiras onde, na manhã seguinte, seria realizado ato de pré-campanha com Jerônimo Rodrigues (PT), Otto Alencar (PSD) e Geraldo Júnior (MDB). Porém, na manhã de sábado (21), ao descer para o café no hotel onde estavam hospedados, o petista estava sem máscara, cumprimentava as pessoas e, para piorar, soltou um belo espirro no local. A cena indignou petistas presentes e, após a saída do parlamentar, pediram a um funcionário que higienizasse o local. Mau exemplo que chama ou hipocrisia?

23 de maio de 2022, 17:38

Compartilhe: