terça-feira, 28 de junho de 2022

Rapidinhas: O buzu de Jerônimo, o deputado total flex e a sombra de Luizinho

Foto: Divulgação

Davi Lemos

Buzu de Jerônimo

O lema “negócios à parte” também é levado em conta na política baiana. O ônibus locado para as caravanas de Jerônimo Rodrigues (PT) pelo interior baiano pertence a uma empresa da família Carletto, a Rota Transportes Rodoviários Ltda. O contrato chama a atenção pelo fato de o deputado federal Ronaldo Carletto, que disputará a suplência de Cacá Leão ao Senado, ser do PP, que rompeu com o PT e apoia ACM Neto. Os serviços da família do parlamentar às campanhas petistas também ocorreram em 2018, quando a empresa Expresso Brasileiro Transportes Ltda forneceu ônibus para a campanha do então candidato à reeleição Rui Costa. Há quatro anos, o custo da locação foi de R$ 60 mil.

Rui e Wagner em ‘live’ nas redes sociais (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Ouvido de mercador

O governador Rui Costa (PT) fez o famoso ouvido de mercador ao ser aconselhado a não realizar a agenda prevista para Anagé, no sábado (11). No mesmo dia, ou melhor, no mesmo horário, ocorreria, em Teixeira de Freitas, mais uma edição do Programa de Governo Participativo (PGP) de Jerônimo Rodrigues (PT), pré-candidato ao governo apoiado por Rui. O inusitado do momento foi ver, pelas redes sociais, os discursos simultâneos do governador e do senador Jaques Wagner (PT), que estava presente. O conselho para adiar a agenda em Anagé foi para não esvaziar o ato do pré-candidato petista. Ao menos nas redes sociais, tinha mais gente assistindo ao discurso do chefe do Executivo estadual que à fala de Wagner.

Ex-deputado estadual e ex-prefeito de Irecê, Luizinho Sobral (Foto: Reprodução/Instagram)

Sombra de Luizinho

O ex-deputado estadual e ex-prefeito de Irecê Luizinho Sobral (PSC), que oficializou na semana passada a pré-candidatura a deputado federal, não terá vida fácil nos planos de retornar à prefeitura do município em 2024, seja como candidato ou lançando um familiar, a exemplo da esposa. Lançado pelo PDT e por prefeitos da região de diversos partidos como postulante a vice na chapa de ACM Neto (União), o empresário e pedetista Ângelo Dourado tem recebido apelos para entrar na disputa, independentemente de ser ou não escolhido este ano para a majoritária netista. Segundo amigos de Dourado, ele tem tomado cada vez mais gosto pela política, além de ser um nome leve e sem rejeição, ao contrário de Luizinho.

Perdido no verde

Único vereador de Salvador pelo PV, André Fraga garante que ainda não cogita deixar o partido, que aderiu à base do governo do estado após se federalizar com o PT. Ele, que desistiu de disputar a eleição para a Câmara Federal este ano por conta da mudança de rumo da legenda, tinha a esperança de ser o próximo presidente estadual da sigla, o que dificilmente vai acontecer. Quem já está de olho no cargo, hoje ocupado por Ivanilson Gomes, é o deputado federal Bacelar, que trocou o Podemos pelo PV na janela partidária deste ano.

Total Flex?

O deputado federal Claudio Cajado (PP), que já foi BolsoRui e migrou para BolsoNeto após o rompimento do Progressistas com o PT na Bahia, pode virar BolsoRoma? O questionamento surgiu após o parlamentar ser visto com bastante entusiasmo em Ourolândia, no domingo (12), ao lado do pré-candidato ao governo João Roma (PL). No evento com a presença do ex-ministro, foram assinadas ordens de serviço para o asfaltamento de estrada que liga a sede do município aos povoados de Alazão e Casa Nova e também para melhorar a infraestrutura de estradas vicinais da região. Tudo com recurso do governo federal.

Narrativas

É engraçado observar o contorcionismo retórico de quem comenta os resultados das pesquisas que surgem sobre a disputa pelo Palácio de Ondina em outubro de 2022. Quem está na frente diz que não tem “já ganhou”, que é pé no chão; quem vem atrás, diz que quem está na liderança vai murchar ao longo do processo. “O engraçado é que há uma inversão no favoritismo para o Senado. Otto Alencar (PSD) lidera e Cacá Leão (PP) vem bem atrás. Quem é da oposição, diz que Neto se garante e puxa Cacá; no governo falam que Lula garante Otto e Jerônimo. Mas a verdade é que temos torcida (as pretensas análises) e prognósticos (as pesquisas). A realidade só em outubro mesmo”, diz um “azul”, no jargão criado por Jaques Wagner, que apoia os “vermelhos” na Bahia.

Presidente da Câmara e pré-candidato a vice-governador, Geraldo Júnior (Foto: Ascom/CMS)

Não trancou

Apesar da promessa feita de que trancaria a pauta da Câmara Municipal de Salvador, o presidente da Casa e pré-candidato a vice-governador, Geraldo Júnior (MDB), pôs para votar na última terça-feira (7) o projeto de lei complementar que concedeu reajuste de 6% para servidores municipais ativos e inativos. A promessa de trancamento de pauta foi feita aos agentes de endemias e comunitários de saúde, que tiveram piso de dois salários mínimos aprovado. O reajuste dos servidores furou a fila, ou melhor, o trancamento.

Apoio estratégico

A declaração de apoio do prefeito de Itaberaba, Ricardo Mascarenhas (PP), a ACM Neto (União Brasil) na disputa pelo Palácio de Ondina foi considerada simbólica por netistas, uma vez que o pepista ainda não havia se posicionado sobre a eleição estadual. Mascarenhas, embora muito ligado à família Leão, era também próximo a Rui e chegava a fazer constantes elogios públicos ao governador. Após o rompimento entre PP e PT, o gestor havia adotado o silêncio e não tinha se posicionado.

Prefeito de Euclides da Cunha, Luciano Pinheiro (Foto: Reprodução/Instagram)

Baixa em Neto

Em compensação, o governador Rui Costa tem certeza que, além de boa parte dos gestores pepistas, irá contar com o apoio de todos os prefeitos do PDT à pré-candidatura de Jerônimo Rodrigues. O partido, que elegeu 13 gestores municipais em 2020, pretende apoiar ACM Neto (União). A maior cidade governada pelo PDT é Euclides da Cunha, onde o prefeito Luciano Pinheiro já declarou apoio ao postulante petista.

13 de junho de 2022, 18:20

Compartilhe: