quinta-feira, 11 de agosto de 2022

Rapidinhas: Para quem vai o Pros, a alegria de Caetano e o misterioso vice de Neto

Foto: Divulgação

Davi Lemos

Quem fica com o Pros?

A disputa dos candidatos a governador ACM Neto (União Brasil) e João Roma (PL) pelo Pros ainda terá novos capítulos, e o definitivo deve ocorrer somente na sexta-feira (5), quando a sigla até então alinhada ao nome bolsonarista definirá qual chapa apoiará nas eleições de outubro. Jean Sacramento, após decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que reconduziu Eurípedes Júnior à presidência nacional do partido, deve continuar no comando estadual. Ele disse que tentará reverter, na convenção, o apoio de Roma para favorecer Neto. O time do ex-ministro aposta que a decisão do STJ será revertida antes da convenção e tudo ficará como está.

Caetano e Coronel. Foto: Divulgação

Continência para Coronel

O ex-secretário estadual de Relações Institucionais Luiz Caetano (PT) não escondeu a alegria por ver o senador Angelo Coronel (PSD) na convenção que homologou, no sábado (30), os nomes de Jerônimo Rodrigues (PT), Geraldo Júnior (MDB) e Otto Alencar (PSD) na majoritária governista. Caetano, enquanto Coronel concedia entrevista coletiva, deu um abraço apertado no aliado sumido. Coronel, por sua vez, disse que só participa das campanhas nos momentos oficiais – na semana anterior, quando a presença dele ainda era tida como dúvida, o parlamentar disse que era complicado pedir votos quando amigos estão na disputa, se referindo também à chapa adversária.

O mistério do vice

O suspense sobre o escolhido para ser o candidato a vice-governador na chapa de ACM Neto (União) tem data para acabar: 5 de agosto. Na última hora, surgem nomes que não eram citados, como o do presidente do PSDB na Bahia, deputado federal Adolfo Viana, do deputado estadual Leo Prates (PDT) ou até mesmo o da deputada estadual Talita Oliveira (Republicanos), que seria uma aposta para atrair votos bolsonaristas. O que parece decidido é que o deputado federal Marcelo Nilo (Republicanos) está fora da disputa.

Neto e Cacá à frente, Ângelo Dourado, José Carlos Araújo e Léo Prates em segundo plano. Foto: Reprodução/Instagram

PDT encarna

O PDT pode não ter mais chances de emplacar a vice de ACM Neto, mas os pedetistas encarnaram no pré-candidato a governador durante agenda na região de Irecê, no último final de semana. Durante uma carreata, esse fato ficou nítido. Atrás de Neto e em cima da camionete estavam o ex-deputado federal José Carlos Araújo, o deputado estadual Leo Prates e o empresário Ângelo Dourado, este oficialmente indicado para a chapa majoritária.

Dupla grega

Quem acompanhou a entrega de geomanta no bairro de Castelo Branco na sexta-feira (29) pelo prefeito Bruno Reis (União) deu risada com a revelação sobre a “dupla grega” que acompanhava a entrega do equipamento: Clístenes e Shostenes. O segundo é o diretor-geral da Codesal, e o primeiro é o vereador Kiki Bispo (União). Após a fala de Kiki, Bruno comentou sobre os nomes da dupla, mas sobrou mesmo para o edil: o gestor disse que foi um bom negócio ele ter adotado outro nome para atuar como político. O riso foi geral.

Viúvas

O governo deve enfrentar dificuldades para aprovar nesta terça-feira (02) um projeto de lei que altera a forma como são concedidas as pensões para as viúvas de militares na Bahia. Segundo a oposição, o PL 24.532/2022 mexe na vitaliciedade e na integralidade das remunerações. Na semana passada, a bancada governista tentou aprovar a matéria por duas vezes, mas não conseguiu estabelecer quórum. Em época de eleição, ninguém quer correr o risco de ser associado à aprovação de um projeto que, no entendimento de muitos, tira direitos de familiares de militares falecidos.

Má companhia

A prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho (PT), foi criticada por gravar um vídeo com o ex-secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas (MDB), para dar uma “forcinha” ao emedebista, que é candidato a deputado federal. Alguns seguidores da petista não gostaram nada da postagem nas redes sociais do médico, que perdeu o emprego no governo Rui Costa (PT) após ser flagrado ofendendo uma mulher negra dona de um restaurante na Ilha dos Frades, em episódio que teve repercussão nacional. Antes, Moema era vista como defensora das mulheres.

Alagados

O corregedor-geral do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargador José Rocha Rotondano, vai a Brasília nesta semana para tentar encontrar um caminho para resolver a questão da propriedade de imóveis na região de Alagados, em Salvador. O problema consiste justamente no fato de os moradores terem a posse, mas não a propriedade, que é garantida quando é emitida uma escritura. Como os terrenos em Alagados pertencem à União, o trâmite normal é que sejam doados ao estado ou ao município antes de serem repassados aos moradores. Rotondano propõe que a doação seja feita diretamente pelo governo brasileiro para reduzir a burocracia.

01 de agosto de 2022, 17:47

Compartilhe: