quinta-feira, 25 de julho de 2024

Técnico português passa por audiência após jogadora do Bahia denunciar injúria racial

Foto: Reprodução

Da Redação

O treinador do time feminino do JC Futebol Clube, do Amazonas, Hugo Duarte vai passar por uma audiência de custódia na manhã desta quarta-feira (10), em Salvador.

A audiência vai determinar se o técnico português de 44 anos continuará preso por suspeita de injúria racial, na última segunda (8), ou se poderá responder em liberdade.

Hugo Duarte foi preso em flagrante, no Estádio de Pituaçu, após a zagueira Suelen Santos, do Bahia, denunciar ter sido chamada de ‘macaca’ pelo treinador.

A ofensa aconteceu durante uma confusão em campo após o empate entre o JC e o Bahia no Estádio de Pituaçu, segundo as jogadoras. A partida marcou o acesso das Meninas de Aço à elite do futebol feminino.

Os policiais foram acionados pela juíza da partida do jogo, ao término do jogo, que relatou a confusão entre as jogadoras dos dois times.

O técnico foi levado por policiais do Batalhão Especializado de Policiamento em Eventos (BEPE) do Estádio de Pituaçu para a Central de Flagrantes da 1ª Delegacia dos Barris. Ele negou ter se aproximado da jogadora.

A jogadora, a treinadora do Bahia e outras testemunhas foram ouvidas e depois liberadas. O treinador foi preso e autuado em flagrante por injúria racial.

10 de julho de 2024, 08:00

Compartilhe: