segunda-feira, 23 de maio de 2022

Vídeo: cientista baiano diz que sofreu ameaça de morte após reclamar de som alto de vizinho

Foto: Reprodução

Da Redação

O cientista baiano Gustavo Cabral, de 39 anos, usou suas redes sociais para denunciar o som alto na casa de vizinhos, na cidade de Tucano no interior da Bahia, durante a madrugada deste sábado (25). De acordo com o líder do desenvolvimento de vacinas contra o coronavírus no Departamento de Imunologia do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (USP), ele teria sido ameaçado de morte após a reclamação.

No Instagram, o pesquisador diz que chegou a acionar a Polícia Militar para auxiliar no cumprimento da lei do silêncio, mas nada foi feito.

“4h30 da manhã e ninguém consegue dormir. E AINDA SOU AMEAÇADO DE MORTE, DE TOMAR UM TIRO! Vou reclamar e RESPONDERAM QUE COM QUEM TEM DINHEIRO NÃO SE RECLAMA! Começo a filmar e sou ameaçado de tomar um tiro. Isso tudo depois de ligar para polícia! Que não fez nada!”, escreveu ele, que no vídeo aparece questionando um homem sobre o barulho.

Em outra publicação, em que compartilhou um print, Gustavo diz que a festa com o som alto ainda continuava, por volta das 7h, e que tinha a presença do secretário de Cultura do município, que estaria cantando no local.

“Afinal, quem são essas pessoas? De quem é essa casa, que o dono submete a sociedade a isso e ainda tem o “SECRETÁRIO DA CULTURA” da cidade cantando na festa?”

Secretário da Cultura nega

O Secretário de Turismo, Desenvolvimento Econômico e Cultura de Tucano, Thiago Nascimento, fez um comentário na publicação do cientista na tarde deste sábado (25), afirmando que não era ele que estava cantando no evento.  Segundo Thiago, quem cantava era o diretor de Cultura, Rodrigo Ribeiro.

Confira o comentário de Thiago Nascimento na íntegra:

“Gustavo, é importante apurar as informações antes de compartilhar. Em tempos de intensificadas forças dos meios digitais, combater Fake News é um dever de todo ser humano, ainda mais quando se trata de um formador de opinião como você. O Secretário de Cultura do município sou eu e não Rodrigo Ribeiro, exposto na sua publicação. Este último é o diretor de cultura, porém, na ocasião, exercendo a sua profissão de cantor.

Você sabe também que nenhum artista contratado tem a responsabilidade de organizar/regularizar um evento. Em tempo, solidarizo-me com o incômodo causado pelo clandestino evento e, principalmente, com a ameaça sofrida por ti. Sigo à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas que estejam no âmbito da gestão municipal. Feliz Natal para você e sua família! Abraço!”.

Confira vídeo:

25 de dezembro de 2021, 15:43

Compartilhe: