terça-feira, 21 de setembro de 2021

Justiça autoriza que João de Deus volte à prisão domiciliar

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Da Redação

O Tribunal de Justiça de Goiás concedeu, ontem (14), um habeas corpus ao médium João de Deus, que cumpre pena por crimes sexuais, e autorizou que ele passe para o regime domiciliar.

Preso desde 2018, ele chegou a deixar o presídio durante a pandemia. O Ministério Público de Goiás havia apresentado nova denúncia por estupro de vulnerável e recomendou a manutenção do regime fechado pela integridade das vítimas.

Com a nova decisão, João de Deus deve retornar para sua casa, em Anápolis, Goiás. A defesa afirma que o habeas corpus afasta a ilegalidade da última prisão decretada em seu desfavor.

Os advogados Anderson Van Gualberto de Mendonça e Marcos Maciel Lara pontuam que João de Deus possui diversas doenças crônicas, atestadas pela junta médica do TJ-GO, “e pelo fato de ter mais de 80 anos, além da ausência da ocorrência de novos crimes.

João de Deus foi condenado a mais de 64 anos de prisão por crimes sexuais. Mais de 320 mulheres já apresentaram denúncia contra ele.

15 de setembro de 2021, 06:00

Compartilhe: