quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024

Presidente da ViaBahia “foge” de audiência na Assembleia e deputados prometem “tomar providências”

Foto: Divulgação

Da Redação

Como já era esperado, o presidente da ViaBahia, José Bartolomeu (foto), não compareceu à audiência na Assembleia Legislativa, marcada para a manhã desta terça-feira (28), para dar esclarecimentos aos deputados sobre os serviços prestados pela concessionária nas BRs 324 e 116. A ausência motivou críticas dos parlamentares e reforçou a defesa de uma CPI na Casa contra a empresa.

“Após mais esse lamentável episódio de hoje, solicitamos celeridade no processo que tramita aqui de abertura de uma CPI para apurar os serviços prestados pela ViaBahia. Essa comissão pode ser instalada no início do próximo ano. Assim, não teri mais como a concessionária fugir de dar explicações pelos péssimos serviços prestados”, disse o deputado Eduardo Salles (PP).

Este ano, a Assembleia já engavetou um pedido de CPI contra a ViaBahia, apresentado pelo deputado Marcinho Oliveira. O presidente da Casa, deputado Adolfo Menezes (PSD), acolheu o parecer da Procuradoria Jurídica pela rejeição, sob o argumento de que a concessão é federal. Entretanto, Marcinho apresentou um outro pedido voltado apenas a investigar o serviço prestado pela empresa, e não o contrato com a União. Ainda não saiu uma decisão oficial.

A audiência de hoje ocorreria no âmbito das comissões conjuntas de Agricultura e Política Rural, de Defesa do Consumidor e Reações de Trabalho e de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo, esta última presidida por Eduardo Salles. Mais cedo, um caixão simbolizando o enterro da ViaBahia foi colocado na entrada da Assembleia, como revelou o Toda Bahia.

O clima entre os deputados estaduais e a ViaBahia tem sido tenso. Isso porque os parlamentares tem se posicionado duramente contra o desrespeito da concessionária ao contrato assinado com a União e até mesmo à falta de manutenção das rodovias pedagiadas. Marcinho Oliveira já chegou a pedir a prisão do presidente da empresa.

28 de novembro de 2023, 11:52

Compartilhe: